Anúncio

Conheça a promessa do lo-fi brasileiro, Nanasai e sua canção “Joias do Infinito”

Conheça a promessa do lo-fi brasileiro, Nanasai e sua canção "Joias do Infinito"
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Com mais de um milhão de visualizações, o som transmite em sua letra uma atmosfera de sentimentos.

A canção “Joias do Infinito” de Nanasai expressa em suas composições musicais o novo indie brasileiro com traços de sad songs e lo-fi hip hop, que vem tomando conta das plataformas digitais e do gosto de muitos jovens e adultos nesse período de quarentena.

O tom emocional da música de Nanasai, presente na melodia, remete bem ao estilo sad songs com batidas lo-fi hip hop e sonoridade de um piano aparentemente antigo, que é adicionado a faixa como um elemento clássico do estilo. Desse modo, a canção tomou uma proporção de repercussão que o cantor não esperava.

O single está disponível nas plataformas Spotify, YouTube e SoundCloud. Ouça!

https://open.spotify.com/track/6CxVJfI9RzzydEMqFGV5ho?si=S_BvhzyMQmWZlIOoZrigSA
“Joias do Infinito

Sobre o artista Nanasai

Muitos artistas começaram suas carreiras produzindo música em seus quartos, em estilo lo-fi e Nanasai foi um deles. Inspirado em artistas como Kudasai, o fluminense Nanasai, iniciou seus projetos criando beats lo-fi em seu quarto, compondo as letras que adicionadas aos arranjos musicais sossegados dão uma notoriedade ao estilo de música indie de uma forma ressignificada.

Nanasai mudou-se para o Japão e seguiu compondo, mas já está de volta ao Brasil, onde da continuidade em seu bom trabalho nessa nova etapa de sua carreira. O músico revelou-se na internet em 2018 e desde então tem lançado singles que tem atraído cada vez mais ouvintes.

O cantor comemora mais 60 000 inscritos em seu canal do Spotify e conta com a participação de outros músicos da cena lo-fi hip hop e sad songs em suas canções. Com Sobral na música “Café” e beat de Yusei. Feat com Motta na música “Samba para a garota da sala 46”. Também com Magyn na música “Avião de papel” e o feat com Bruno BSV na canção “Estações”, entre outras parcerias que proporcionam uma vibe de calmaria e tranquilidade com beats lo-fi, características das canções de Nanasai.

Considerando a fusão dos estilos sad songs, lo-fi hip hop e indie que o cantor aplica em suas produções, juntamente com todos os significados marcantes em torno das letras e melodias das suas músicas, Nanasai traz consigo uma forma artística que toca o sentimento do público. Os beats acabaram conquistando ainda mais pessoas durante a quarentena nas principais plataformas digitais como SoundCloud, Deezer e também no
YouTube.

O que é lo-fi?

O lo-fi hip hop é um estilo criado a partir de colagens musicais e beats produzidos em programas de computador, que criam um ambiente para se concentrar e relaxar. Ótimas melodias para serem ouvidas quando você precisa estudar, relaxar, dirigir, viajar ou até mesmo dormir.

As sad songs, músicas tristes em português, já são muito populares em outros países, com diversos canais no YouTube, como ChilledCow e Dreamy, que postam várias músicas de diversos artistas em seus canais, promovendo o estilo. Agora o estilo lo-fi hip hop começa a tomar maior popularidade e com voz no Brasil, a exemplo disso temos os nomes de Nanasai (Eduardo Saito), Banal (Gustavo Lessa) e Konai (João Vitor Santos).

Letra de “Joias do Infinito” do artista Nanasai.

Quero viver com você em um universo paralelo
te ver todos os dias com seu sapatinho amarelo
Andando de um lado pro outro com esses olhos caramelo
Me deixando feliz só com esse sorriso singelo

Não é nenhum estalo do Thanos que vai fazer você sair vida
não preciso das joias do infinito para amar você então
Não se sinta perdida (não não)
Que no final de tudo vamos estar felizes juntinhos numa despedida
Vagando pelo espaço sideral com nossos amigos na torcida

Quero viver com você em um universo paralelo
te ver todos os dias com seu sapatinho amarelo
Andando de um lado pro outro com esses olhos caramelo
Me deixando feliz só com esse sorriso singelo

Com a joia do espaço a gente pode ir pra qualquer lugar
Com a joia da realidade a gente faz qualquer lugar
Com a joia do tempo a gente se revive naquele mesmo lugar

E A joia da mente talvez a gente nem precise usar
E a joia do poder agente pode até guardar em qualquer lugar
Mas Com a joia da alma a gente poderia usar se eternizar

Quero viver com você em um universo paralelo
te ver todos os dias com seu sapatinho amarelo
Andando de um lado pro outro com esses olhos caramelo
Me deixando feliz só com esse sorriso singelo

Anúncio