Entrevistando-quem-Produz-com-Lukas-Diploma

Entrevistando quem Produz: com Lukas Diploma

BeatMaker, Trap Music

Entrevistando quem Produz: com Lukas Diploma

BeatMaker de São Paulo, Capital e com apenas 18 anos, já vem com uma caminhada daora na cena do Rap Nacional, Lukas Diploma já produziu alguns nomes fodas, como a Rapper Bivolt. E hoje ele é nosso convidado para o ENTREVISTANDO QUEM PRODUZ.

 

PERGUNTAS

Revista Rap – De onde surgiu a ideia/vontade de ser um BeatMaker?

Lukas: “Na verdade eu queria ser rapper! Comecei a fazer batidas pra rimar em cima, sempre gostei da ideia de produzir o próprio som, mas acabei me aprofundando muito mais nos beats.”

Revista Rap – Quanto tempo está na cena do Rap?

Lukas: “Eu faço beats desde 2015 mas comecei a levar a sério no fim de 2016, então to ai a praticamente 3 ou 4 anos.”

Revista Rap – Qual tipo de som mais curte fazer? (Rap, Trap, R&B, outros)

Lukas: “Eu sempre gostei muito do trap, acho que é o estilo mais atual do rap, coisa que muita gente não entende! Trap não é só drogas pô, o mc faz o que quiser em cima do beat.”

Revista Rap – Algum artista/BeatMaker te inspira? Qual?

Lukas: “Gosto muito do Harry Fraud acho ele um produtor “desleixado” no bom sentido, sempre tenta deixar alguns defeitos nos beats pra não parecer “perfeitinho” Rsrs. E no brasil o beatmaker que mais me inspira é o Pedro Lotto.”

Revista Rap – Pra qual Rapper gostaria de Trampar, fazer um beat?

Lukas: “Projota, porque eu praticamente cresci ouvindo “Garoa” “pra não dizer que não falei do ódio” a mixtape projeção merecia um grammy latino. Rsrs”

Revista Rap – Qual sua visão desse tão falado “Hype”?

Lukas: “Eu acho que o real “hype” no brasil é você ta vivendo disso, de beats ou de rimas, porque mesmo com o boom que o rap deu em 2015 ainda é muito difícil viver com rap, você precisa investir muito tempo e coragem nisso!”

7 – Um dia ele (Hype) vai deixar de existir e ficar na cena quem realmente faz porquê gosta?

Lukas: “Eu acho que tudo vai se “reciclando” ta ligado? Todo mundo que faz isso, faz porque gosta! É tudo questão de marcar seu lugar enquanto faz isso.”

Revista Rap – Sua visão sobre o Rap Underground e o Rap atual, o que você acha que mais mudou?

Lukas: “O rap underground hoje tem praticamente a mesma visibilidade do mainstream, e o que mudou é que agora a galera tem muito mais rappers/grupos pra ouvir, o que é muito foda porque se você voltar em 2013, era Emicida, Rashid e Projota, expandiu bastante.”

Revista Rap – Um rapper ou grupo da nova geração que você acha que ta chegando pra estourar ou fazer nome no rap?

Lukas: “Matuê, ele tem 3 sons praticamente “estourados” na cena, mas ele é o cara que vai fazer o trap perder esse esteriótipo de Lean, bitches and xanax, trap não é só isso!”

Revista Rap – Vem novos projetos pela frente?

Lukas:  “Sim, eu to trampando com meu mano china do Fator 0 com a La Catedral, a mixtape do Fator 0 ta quase pronto e só tem pancada ali! Quero abrir meu estúdio B4LA (tem o canal no youtube que eu postava uns beats também) e é isso! Manter foco, continuar trampando, mantendo a positividade de sempre que “Noiz” chega la! E uma salve pro meus manos gus do Talibra e pro alteia beats.”

Abaixo 3 sons produzidos por Lukas Diploma e suas redes sociais pra vocês ficarem ligados no que está por vir.

 

Perfil #52 – Bivolt – Música vai transmitir

 

GXLDEN – Comec Norr Tá (Part. Marcão Baixada)

 

Estação 011 – Sai Da Reta

 

Redes Sociais

Instagram: @lukasdiploma

SounCloud: LukasDiploma

 

Não deixe de seguir a Revista Rap no Instagram também.

Veja também o último ENTREVISTANDO QUEM PRODUZ.