Entrevistando-quem-Produz-com-o-estúdio-Haze

Entrevistando quem Produz: com o estúdio Haze

BeatMaker, Rap Nacional, Trap Music

Entrevistando quem Produz com o estúdio Haze

Estúdio de Curitiba (PR) que vem crescendo cada dia mais na cena do Rap Nacional, com uma produção melhor que a outra, a Haze já produzio grandes nomes da cena, como FalatuZetre, Los Primos, TK, entre outros. Se Liga na entrevista dos caras que ta muito style e traz uma visão bem daora.

PERGUNTAS

Revista Rap – De onde surgiu a ideia/vontade de ser um BeatMaker?

Haze: “Bom, não foi bem uma vontade, e sim uma necessidade! Gravar música em estúdios caros e depender de músicos para concluir projetos, acaba custando muito dinheiro e tempo. Então optei estudar tanto produção musical, quanto engenharia de som, onde acabei descobrindo uma paixão imensa!”

Revista Rap – Quanto tempo está na cena do Rap?

Haze: “Mais ou menos 1 ano.”

Revista Rap – Qual tipo de som mais curte fazer? (Rap, Trap, R&B, outros)

Haze: “Isso vai muito de momento, mas acho que o que eu mais curto no dia a dia é o Trap, tendo em vista que é o que mais me procuram pra produzir.”

Revista Rap – Algum artista/BeatMaker te inspira? Qual?

Haze: “Internacional poderia ficar um bom tempo citando nomes, porem nacional, tenho uma grande admiração por 3 beatmakers, por questões gerais. Os beatmakers são, Pedro Lotto, Neobeats e Wcnobeat

Revista Rap – Pra qual Rapper gostaria de Trampar, fazer um beat?

Haze: “Predella.”

Revista Rap – Qual sua visão desse tão falado “Hype”?

Haze: “Creio que é algo que implantamos, algo que nos ajuda a enxergar a popularidade de cada artista, tanto de formas positivas quanto negativas. Um rótulo o qual buscamos uma aceitação e admiração do publico alvo. Meu único medo é apenas entrarem na musica por esse fator! Pois um artista completo, acaba sendo a mistura de tudo, tanto talento musical, quanto na questão de imagem.”

Revista Rap – Um dia ele (Hype) vai deixar de existir e ficar na cena quem realmente faz porquê gosta?

Haze: “Creio que ele nunca deixe de existir, tendo em vista que passa de geração pra geração, sempre novos estilos musicais irão surgir, e consequentemente, novos estilos serão requisitados. Novos estilos requisitados, novos artistas surgirão. Logo, se torna algo relativo.”

Revista Rap – Sua visão sobre o Rap Underground e o Rap atual, o que você acha que mais mudou?

Haze: “Acho que há mais liberdade de expressão no Rap, e não digo apenas liricamente, mas sim musicalmente. Hoje em dia não existe um parâmetro de rap para ser seguido. Creio que isso ajude muito na questão de “inovar”.”

Revista Rap – Um rapper ou grupo da nova geração que você acha que ta chegando pra estourar ou fazer nome no rap?

Haze: “Gabriel Tk, Erick Mendes e Haze! Grupos nos quais acredito que podem roubar a cena em vários aspectos.”

Revista Rap – Vem novos projetos pela frente?

Haze: “Com certeza. Esse ano ainda vou soltar pelo menos um Ep single de cada artista que eu produzo e um Ep próprio, fora as participações e projetos paralelos! 2018 será um novo começo para todos com quem trabalho!!”

Daora rapaziada, os caras tão vindo com tudo e mostrando a qualidade que eles tem. Abaixo tem 3 músicas produzidas por eles, junto das redes sociais para vocês ficarem ligados, porquê 2018 vai ta cheio de coisa boa por ai.

Los Primos: Haze, Teká, Lenzi – Eu Vou Lá

 

Los Primos: Haze – Te Levo Pra Ver

 

 Los Primos: Haze, Lenzi, TK, Utopia – Quem Disse

 

Redes Sociais

Instagram:

@cassio.haze

@ciro.haze

Veja aqui o último Entrevistando quem Produz

Não deixem de seguir a Revista Rap no Instagram também.