Anúncio

Menestrel faz homenagem a seus erros em videoclipe com colaboração de Rashid

Menestrel faz homenagem a seus erros em videoclipe com colaboração de Rashid
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em novo trabalho o artista combate seus piores demônios, a expectativa e o passado. 

Nesta sexta-feira (14) estreia o novo videoclipe de Menestrel juntando dois singles, Virei Um Quadro + Por que Cê Tá? com participação de Rashid, ambas contemplam seu próximo álbum Relicário Vol. II — Uma homenagem a todos os meus erros que será lançado pela Heart and Beat Co

Dirigido por Joseph Ferreira, Menestrel combate seus piores demônios, a expectativa e o passado. — “Duas coisas que sempre acabaram comigo, ficar preso ao passado e colocar muita expectativa nas pessoas… e nesse trampo eu acabo com elas, de vez.” desabafa Menestrel.

O videoclipe inspirado em filmes apocalípticos transpõe o instinto de sobrevivência em situações delicadas. Onde Menestrel vence sua batalha interna e está determinado a ter uma nova vida, cena marcada com a aparição de Rashid, que surge como uma espécie de mentor para que a travessia pelos cinco estágios do luto (negação, raiva, barganha, depressão e aceitação) seja mais leve. — Rashid comenta: “Esse som é tipo um filme de ação o tempo todo, aqueles que você não pisca, tá ligado? Ai no meio da chuva que você tá atravessando o Blade Runner ali, meu verso entra como um respiro, eu tive essa sensação.”

Na faixa, Menestrel mostra que tem os hábitos ruins mapeados (gatilhos, rotinas e recompensas) com a frase: “Um trago para cada dia que dia que queremos voltar no tempo“. Esta música representa uma ponte entre o primeiro momento de sua carreira e a nova atitude do artista, não somente nesse novo álbum, mas daqui pra frente. Seu instrumental tem uma tendência clássica que se mistura com o rock sem agredir o boom bap, pois traz elementos que dão a ele ainda mais coragem e abrangência, está disponível em todas as plataformas digitais, ouça aqui.

O ritual de passagem de Menestrel é cercado de guitarras, batidas de bateria, resgates momentâneos do poder do boom bap, abençoado por um mestre mais experiente. Assista o videoclipe no youtube:

Anúncio