Anúncio

Mv Bill fala sobre o racismo implantado na mídia televisiva

Mv Bill fala sobre o racismo implantado na mídia televisiva
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Mv Bill conta como foi seu relacionamento com as redes de televisão e o porque parou de frequentar alguns programas.

A luta não para, a luta não espera, o preconceito se encontra em todo lugar, nos pequenos detalhes, onde você menos espera e em lugares que camuflam seus interesses em forma de aceitação.

O rapper, de cor preta, dono de uma história que ultrapassa gerações, considerado por muitos um dos melhores MC’s que o rap nacional têm em seu berço, Mv Bil, enviou um vídeo em seu canal falando sobre sua experiência com o racismo dentro das grandes emissoras de televisão e o porquê ele deixou de aceitar os convites feitos para participar de diversos programas.

Ele começa nos dizendo sobre o tempo na qual sua carreira se encontra, as suas trajetórias, o impacto que sua arte teve diretamente com a expansão do rap, fazendo com que ele chegasse na televisão. “Porque se vocês forem pensar… Tem muito tempo que eu não vou na televisão! Fui um dos caras que ajudou a popularizar o rap indo pra televisão”, diz Mv Bill.

O rapper experiente, nos traz a dimensão do problema racial e como as emissoras tratam esse tipo de assunto. Tio Bill fala: “… Eu comecei a ser chamado pra ir na televisão somente quando era 20 de novembro, dia da consciência negra, ou tivesse na semana da consciência negra. Como se a gente só precisasse ter esse debate nesse período”. Sabendo desse posicionamento de algumas mídias, ele destacou que começou a recusar os convites de certos programas.

“Do mesmo jeito que é preciso falar de racismo em novembro, em dezembro também é.”

MV BILL

A indignação de Bill nesse vídeo é justamente com a atitude de programas que tratam a questão racial como um assunto a ser discutido apenas em um curto período de tempo e aproveitavam para ludibriar os telespectadores convidando artistas e plateia de cor preta somente nessas datas onde o assunto é mais acentuado.

Além disso, o rapper chama atenção para como nós tratamos o racismo, em geral, aqui no Brasil, citando o caso de George Floyd com a intenção de mostrar que esse genocídio é algo que acontece todos os dias em diversos lugares do solo nacional. “Aqui no brasil a gente tem vários George Floyd’s, que acontecem todos os dias em várias favelas do brasil…”, explica o rapper, “Só que diferentemente dos Estados Unidos, aqui a gente tem muita dificuldade de tratar esses casos como casos de racismo. Eles viram casos de violência!”, completa Tio Bill.

“As pessoas tem medo de falar da questão racial”.

MV BILL

Teremos ainda muito mais dias de luta até o momento em que o racismo não será mais um problema, para isso temos que sempre estar dispostos a ouvir e entender pessoas como MV Bill, fazer nossa parte contra a injustiça na qual afeta milhões de pessoas e cativar o próximo a ter esse senso de justiça.

Veja o vídeo de Mv Bill logo abaixo:

Anúncio