Anúncio

Rap In Cena World se posiciona como maior festival de hip hop do Brasil

Rap In Cena 2019
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nos dias 15 e 16 de outubro, mais de 60 artistas darão voz ao Rap In Cena World. Já conhecido como o maior evento de rap do sul do país, o Rap In Cena lança a edição World com a promessa de se tornar o maior festival de hip hop do Brasil. A ideia da organização é transformar o Parque Maurício Sirotski, em Porto Alegre, em um mundo de atrações.

Nomes como Batalha da Aldeia, Batalha do Olimpo, Cynthia Luz, Cristal, Djonga, Filipe Ret, Flora Matos, L7nnon, LC, Racionais MCs, Matuê, MC Poze e Tasha & Tracie já estão confirmados. O evento ainda contará com campeonato de skate, batalha de MCs, Espaço LGBTQ+, Espaço das Minas, entre outras ativações a serem divulgadas. Em breve, a bilheteria também será aberta.

“A ideia do Rap In Cena World é, exatamente, o que o nome da edição sugere, ser um mundo da cultura hip hop, que vai além dos shows de rap, e traz o break, o DJ, o grafite, e outros tantos movimentos que englobam esse universo”, explica Keni Martins, idealizador do Rap In Cena.

Números e posicionamento

Desde 2014, a marca Rap In Cena movimenta o hip hop no Rio Grande do Sul. São mais de 130 artistas contratados, um público superior a 67 mil pessoas que passaram por 29 eventos realizados em 18 casas noturnas do estado. Durante esses anos, também foram gerados cerca de 5 mil empregos, além da arrecadação de 40 toneladas de alimentos distribuídos para mais de 10 instituições gaúchas. 

Seguindo a lógica de trabalho dos últimos anos, o Rap In Cena World também reforça suas ações sociais e ambientais com o intuito de estimular a importância de tratar dos temas de forma global. Assim como nas demais edições, o evento terá arrecadação de alimentos e a meta é de que mais de 100 toneladas sejam doados para 10 mil famílias em vulnerabilidade social. Pensando no meio ambiente, a organização ainda pensou em estratégias para diminuir os impactos do lixo gerado. Durante os dias de festival, as pessoas que recolherem dez garrafas, ganham uma água, por exemplo.

“O movimento hip hop é conhecido por seu poder de inclusão social, então não podemos deixar de pensar nesse ponto de todas as formas possíveis. Além disso, a preocupação com o meio ambiente em todo o planeta é indiscutível, de forma que o Rap In Cena World precisa ser sustentável”, afirma Keni.

Anúncio