Revista Rap

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Tudo sobre Eminem | Perfil

Tudo sobre Eminem | Perfil

Tudo sobre Eminem Conheça a história de Eminem

Marshall Bruce Mathers III, mas conhecido como Eminem, nasceu dia 17 de Outubro de 1972 em St Joseph.

Seu pai abandonou a família quando ele tinha um ano e meio, e Marshall foi criado apenas pela mãe em condições de pobreza, aos doze anos, ele e a sua mãe Deborah já haviam se mudado várias vezes e vivido em diversas cidades, até que eles fossem para Detroit e la Eminem cresceu, se apaixonou pelo hip hop e iniciou sua carreira.

Tudo sobre Eminem, vida pessoal e influências

vida-pessoal-de-eminem

Quando tinha 14 anos Eminem já começou a rimar, e se aperfeiçoar no seus improvisos, sendo influenciado por Ice t, beastie Boys entre outros grupos, seu tio Ronnie que lhe apresentou ao mundo do hip hop, e antes de Marhsall adotar o vulgo Eminem.

Ele se chamava M&M, obviamente de Marshall Mathers, porém houveram algumas críticas, e decidiu, escrever como se era pronunciado M&M, e assim surgiu EMINEM.

Em 1991, seu tio materno, Ronald “Ronnie” Nelson, cometeu suicídio com um tiro na cabeça, Eminem ficou arrasado e assim começou sua raiva interior, inclusive ele fez uma tatuagem em homenagem ao tio, “RIP RONNIE”, assim um dos rappers mais agressivos e polêmicos da história do hip hop surgiu.

Da frustação ao sucesso

sucesso-de-eminemAos 17 anos, ele já havia repetido 3 vezes o nono ano, na época, oitava série, a vida pessoal conturbada, o abandono do pai, a mãe drogada e que abusava dele, a morte do Tio, a namorava Kim, mãe de uma de suas filhas (Hailie Scott), no qual não era um relacionamento muito saudável, eram muitas brigas, traições, e drogas, inclusive, Eminem já fez muitas músicas que retrata essas situações, como “kill you” “Cleaning on my closer” and “Kim”.

Nessa época, quando ele saiu da escola, muitos já o conheciam pela forma como rimava, e pelo fato dele ser branco, em um gênero musical que predominava os negro, assim foi ganhando relevância nas batalhas de rima que rolavam na cidade, até que ele foi batalhar no campeonato importante que iam alguns MC´s já de expressão, e Eminem acabou perdendo na final, ficando em segundo lugar, mas foi o suficiente para que uma das gravações da batalha fosse parar na mão, de ninguém, ninguém menos que Dr.Dree, um dos maiores produtores de todos os tempos, e que formou o NWA.


Mas antes dele ser descoberto por Dree, Eminem havia lançado o albúm “Infinite” que não vendeu nem 1.000 copias, e assim o frustrou mais ainda, o álbum era um retrato da sua vida, músicas fortes liricamente, e muito pessoais, e como não vendeu, Eminem então decidiu criar um novo personagem, um alter ego, surgindo assim “Slim Shady” que ganhou o mundo.

E após isso, após a gravação chegar a Dree, Eminem assinou com a gravadora Aftermath Records, então lançou seu segundo álbum “The Slim Shady LP”, em seguida veio o álbum “The Marshal Mathers LP” que veio com, ai sim o sucesso internacional “The Real Slim Shady”, e assim, dali pra frente Eminem não pararia mais e veio a acarretar diversos prêmios, entre eles Grammys, Records e muita, mais muitas polemicas.

Records, prêmios e a consagração.

records-polemicas-eminemAlém do trabalho solo, Eminem fazia parte do grupo D-12, que o acompanhava nos shows, e em tudo que fazia, ele levou o grupo ao sucesso, nessa mesma época junto com ele, lançando vários hits, como “My Band” e “Purple Hills”, em 2004, em 2006 o grupo deu uma hiato, após a morte de Proof, melhor amigo e Mc de apoio de Eminem, e que em uma entrevista, Eminem diz que tudo que tem, e conquistou deve a Proof, e aos amigos que compunha a D 12.

Mas foi com “The Eminem Show“, lançado em 2002, que Eminem chegou ao estrelato absoluto. O trabalho virou referência, recebendo o disco de platina pela RIAA-Associação da Indústria de Gravação da América.

Ainda em 2002, lançou o filme semi-biográfico intitulado “8 Mile”, filme que conta um pouco de como ele conseguiu superar os problemas pessoais através da música, e conta como foi a luta para ser bem aceito no meio do rap, e das batalhas, no entanto conta como surgiu “Eminem”, e inclusive, a música de sua autoria “Lose Yourself”, ganhou o Oscar de Melhor Canção Original, em 2003.

A música se tornou o single que permaneceu por mais tempo na primeira posição dos Estados Unidos. O sucesso da música ajudou na divulgação de sua gravadora, a Shady Records e de seu grupo, o D12.

Em 2005 lançou o quarto álbum, intitulado “Encore”, que teve um bom resultado, mas de 2006 a 2009 Eminem, teve um parada, por conta da reabilitação, e depressão, então em 2009 ele voltou sóbrio e com um novo intuito, lançando o álbum “Relapse“, em 2009, que chegou à primeira posição na Billiboard, com a música “We Made You” que chegou à marca de 90 milhões de discos vendidos.


Houveram muitas críticas em cima desse álbum, de suas letras, métricas, e muitos diziam que ele havia caído de rendimento, foi ai que em  2010, Eminem lançou o CD “Recovery”, que teve os singles “Not Afraid” e “Love the way you lie”, que entraram para história, e assim provou seu retorno, álbum que permaneceu cinco semanas no primeiro lugar das paradas de sucesso, o rapper foi considerado um dos maiores ícones da música pop da MTV.

Em 2011 Eminem, lançou o álbum “Bads meets Evil” com Royce da 5´9, que teve alguns singles de destaque, e rendeu uma tour.

Em 2013, lançou, “The Marshall Mathers LP2”, trazendo como referência seu álbum “The marshall mathers LP”, que mais uma vez quebrou records, e agradou muito a crítica e os fãs, principalmente pelos singles “Rap God” que quebrou o record mundial do Guinnes Book, de mais palavras em uma música em menos tempo, e o singlw “The Monster” com Rihanna, que mais uma vez render um tour juntos.

O retorno do Rap God

Rap-God-Eminem Após mais uma pausa, dedicado a sua gravadora Shady Records, Eminem retornou a um turnê após o álbum Revival lançado em 2017, que veio com uma pegada mais pop, com singles, com Beyonce e Ed sheeran, que rendeu disco de Platina, mas a crítica do hip hop não aprovou, e muitos questionaram a posição de Eminem com relação a isso.

E então esse ano ele veio sem divulgação nenhuma, e mais uma vez colocou fogo e movimentou a cena do rap mundial, com o álbum Kamikaze, trazendo letras agressivas, cômicas e muita lírica envolvida, muitos acreditam na volta do Slim Shady.

E pelo que estamos vendo, ele voltou, e como se costume fazendo história, principalmente com o som “KillShot” a resposta para MGK, que em menos de 1 semana a está chegando a marca de 100 milhões de visualizações, ou seja, é inquestionável, Eminem é um dos maiores da história.

Principais Músicas de Eminem

Últimas matérias

Você pode gostar: